Kurva-d-rio

Kurva-d-rio

Siga a república Kurva-d-rio

Kurva-d-rio

Em 1994, da união de 5 amigos, nasceu a única e somente única mansão Kurva D-rio. Desde então muitos moraram nela, compartilhando momentos marcantes, conquistas e, acima de tudo, criando novas amizades e formando uma nova família. A vida em república não se resume somente em compartilhar uma casa, mas sim uma união única, na qual temos a oportunidade de aprender lições de vida e como respeitar os mais velhos. Só assim é possível entender o porquê uma república é feita pelos seus moradores, e não pela casa que eles moram.
Aqui você terá a oportunidade de desfrutar de 25 anos de amizade, vivências, contatos profissionais com ex-moradores, e quem sabe um dia, fazer parte da nossa família. Morar em república é sem dúvidas a melhor forma de aprender tudo aquilo que não aprendemos na casa de nossos pais, além de aproveitar as melhores baladas de Piracicaba sem deixar de lado os estudos. E para você que gosta de algum esporte, atualmente somos campeões do principal torneio entre repúblicas – o Inter Reps.
 
Então bitchon, queremos parabenizá-lo por ingressar na Gloriosa. Se você quiser tomar uma, comer uma carne, ou ir para balada e cumprir missão vitoriosa, dá uma passada na Kurva!!!
“Ganhando ou perdendo, jogando ou bebendo, bebendo do barril. É Kurva! É Kurva! É Kurva d-rio!!”
 
Moradores:
Crina (dinas)-----------------------------------------------------“hoje o dia tá bom pra pegar uma piscina”
~ (tilzin)------------------------------------------ “salve cachorro! Tomar uma de boa hoje? ”
Dopin (xopin)----------------------------------- “tô atoa, alguém fecha engenho?”
Indião (bob construtor)---------------------------“ HAHAHAHA bora xurrasquinho hoje?”
S/K-rona (breno)----------------------------------------------------------- “e isso daí, é nosso?”
Dublê (mago)------------------------------------------------“palestrei demaisssss”
Acétiko (guga)------------------------------------------------------------------ “vou te xavernei”
Bakuri (mutante)---------------------------------------------------------------- “eu faço supino”
2in1 (xizzi)------------------------------------------------- “vamo agiliza as parada mulekada”
μ-q-lã-g-lo (mike/mão-de-oro)---------------------------  “chama a mãe que o pai tá mal”
Lã-padiña (pêra)----------------------------------------------------------“não faço essas coisas”
Xôu-da-fé (beiço)--------------------------------------------------------- “esse rolê tá O brabo”
Kuadri-bóu (pelotas)--------------------“caralhooww, não vou conseguir beber isso aqui”
Tipo-c (lukaku)-------------------------------------- “Oloco, logo eu? Nunca dei migué, fela!”